Eliana Tomaz

As Amêijoas do João com Ingrediente Especial.

Eliana TomazComment

A primeira vez que recebi um convite para ir jantar à casa do João Alagoa, neguei. Quando me disseram que seria um jantar feito por homens enquanto as senhoras teriam oportunidade para conversar eu juro que me imaginei sentada num sofá com mais umas quantas miúdas a beber um cocktail qualquer e a fazer crochet - juro, mesmo! Pensei para comigo: que Deus me livre de tal encenação - eu não tenho guião para isto!
Portanto, estava decidida a ficar em Lisboa numa tarde calorenta em troca por umas horas na Ericeira. Mas não fiquei - fizeram questão de me arrancar de casa e fizeram muito bem porque foi um jantar divertido e cheio de gente gira.

Jantares na casa do João também são pequenas aventuras de sabores. Geralmente há várias mãos (male only) a preparar o jantar - um diz que é duma maneira, outro dá o toque à sua e quem estiver atento garantidamente que fica com boas dicas para usar no futuro.

Começámos a preparação no Mercado da Ericeira - fomos os dois às compras: amêijoas para entrada e uma garoupa para prato principal. Hoje fica aqui as dicas do João para as amêijoas, e desta fez cozinhadas somente por ele. Para a próxima, segue as dicas da garoupa que devo dizer foi uma (boa) supresa degustativa para mim.

First time I was invited to João Alagoa's house for dinner I denied. I was told dinner would be prepared by men while women would have the opportunity to chit-chat. I swear the first thing popping in my mind was me seating on the sofa with more girls having a cocktail and crocheting - I swear! I though to myself: please God forbid such happening - I do not have a script for this! So! decided to stay in Lisbon instead of spending a couple of hours in beautiful Ericeira. But I didn't - they were decided to drag me all the way to João's house and I'm thankful for that because it was a lovely dinner with lovely people and constant laughs. 

Though, dinner at João's home are another thing: an adventure of flavours. Normally there are more than two hands prepping the dinner (male only) - one says one way, the other one does it his way and however is paying attention I can guaranty takes home a few tips. 

Yesterday we started at Ericeira local fish market - João and I went shopping: clams for starters and grouper (garoupa) for main dish. Today I leave you his tips to have the best clams. Next time, grouper tips will follow though I need to say right now it was a a big (and good) surprise the simple way he did it. It was de-li-ci-ous!   

INGREDIENTES | INGREDIENTS:
Alhos |Garlic
Malagueta média | Chili medium
Coentros | Coriander
Gengibre | Ginger
Azeite | Olive Oil
Amêijoas | Clams

O que sobressai nestas amêijoas é o gengibre - dá uma intensidade diferente ao molho, como se abraçasse os sabores todos num só.

What stands out on this dish is the ginger - it gives a different push to the sauce, as if all the flavours are wrapped up in one only.

Depois dos ingredientes estarem bem quentes e misturados, adicionar os bibalves e tapar a frigideira até elas abrirem.

After all the ingredients are properly hot and mixed, add the bivalve and cover the pan until they open.

E é isto!

This is it! 

Acompanhámos estas amêijoas com um vinho branco alentejano, Vargas (castas Antão Vaz) - perfeito para estes bivalves. Provavelmente também se bebe sozinho, bem fresco numa noite no terraço com amigos e umas boas gargalhadas.

Vargas, a white wine from Alentejo (Antão Vaz grapes) is a good match to these bivalve, though I guess it can be drunk alone, pretty well chilled on a night on the terrace surrounded by friends and good laughs. 

A vista da casa do João - linda, não é?

João's view - breathtaking, isn't it?