Eliana Tomaz

A Casa E Eu | Ano III.

Eliana TomazComment

Faz hoje 3 anos que vim viver para esta casa na Rua do Olival em Lisboa. 

Ainda que tenha defeitos, adoro viver cá e da vista maravilhosa para o Rio Tejo e Cristo Rei que me oferece todos os dias. 

Gostava que fosse minha, mas não é. Gostava de lhe fazer umas obras bonitas, mas não posso. Mas não é por isso que deixa de ser a minha casa favorita desde que comecei a viver sozinha em 1999. 

Quando vim para cá pude dar-me ao luxo de ter um walk-in-closet separado do quarto mas há quase um ano tive que abdicar dele para dar lugar ao workshop / atelier /escritório da TOMAZ.

Provavelmente daqui a um ano haverá mais mudanças, mais adaptações, quem sabe? Afinal as casas são como nós - adaptam-se às nossas necessidades, prioridades e claro, também aos pequenos luxos que a vida nos proporciona.

image.jpg

Do lado esquerdo o escritório, do lado direito o workshop da TOMAZ.

image.jpg

À esquerda o corredor, de frente a estante dos livros sobre tudo. 

image.jpg

A estante de parede com os meus objectos favoritos, alguns herdados, outros presentes e alguns comprados em várias cidades do mundo. 

image.jpg

Pormenor do meu quarto com um print de Edward Lear (1880), The Dark Blue Bird comprado no V&A Museum em Londres, a minha famosa Mini-Me by Fulana, Beltrana Sicrana de Benedetta Maxia, dois cactos (senti necessidade de trazer plantas para o quarto) e uma das caixas que trouxe do Japão. 

É uma casa portuguesa, com certeza, mas com os olhos postos no mundo e nas galáxias que daqui se avistam.