Eliana Tomaz

DESIGN DE INTERIORES | reinterpretar e maximizar o espaço #1.

Eliana Tomaz3 Comments

Este Verão pediram-me ajuda para redesenhar uma vivenda. Uma cliente para quem já tinha desenhado duas casas (um apartamento e uma vivenda) voltou a solicitar os meus serviços.

O briefing foi muito simples: é uma casa para uma família de quatro pessoas, com bastante espaço para receber amigos e família, que são muitos.

Antes de passar a explicar o projecto quero fazer um statement, ou melhor, desmistificar um conceito que geralmente temos em relação às casas. Tal como as nossas vidas, os espaços devem ser actualizados de acordo com as nossas necessidades. São as casas que devem ser adaptadas a nós e não o contrário, têm de evoluir connosco.
Em Portugal temos muito a mania de ter um quarto extra para as visitas, e eu pergunto: Quantas vezes por ano tens visitas? Vale mesmo a pena desperdiçar um espaço para umas noites por ano? E se esse quarto passasse a escritório, já que trabalhamos cada vez a partir de casa?

Ou um closet? Sim, um closet que liberta espaço e cheiros do quarto e o torna um espaço mais clean e calmo? Melhor ainda, criar uma parede / divisão para fazer o closet e o escritório? Ou um closet e um espaço para passar a ferro (não gosto nada de ver pilhas de roupa para passar)?
Eu sei que o tempo é pouco, passamos horas a trabalhar, de volta da família e amigos, sempre a correr dum lado para o outro, mas vale a pena pararmos e olharmos para a casa com um olho critico e questionar: Estou a tirar proveito total da casa? Se não estás, devias – afinal a casa é a tua zona de conforto.

ANTES - era uma vivenda composta por 3 quartos, 3 water closets, toilet, sala de estar, 2 salas de refeições, escritório, cozinha, lavandaria e despensa.

A prioridade foi maximizar o espaço e para isso nada melhor do que abolir paredes (e com elas 10 portas que não tinham qualquer função), criar menos divisões e redesenhar os espaços principais da casa, ou seja, reinterpretar as necessidades desta família. 

AGORA - passa a ter os mesmos 3 quartos, 2 water closets, toilet, sala de estar, escritório e uma cozinha open space com sala de refeições, lavandaria e despensa.

Todos os quartos passam a ter closet. A suite principal terá também o water closet dentro do quarto (adoro!) e a cozinha, que é provavelmente o espaço que mais prazer me dá em desenhar, inclui uma sala de jantar grandiosa, a cozinha propriamente dita com a despensa mesmo à mão e a lavandaria muito discreta que só quem lá vive é que saberá que lá está.

Em termos de acabamentos, o chão será todo em madeira de jatobá (mais um ponto a desmistificar – cozinha e water closets não têm de ser em mosaico ou pedra, podem também ser em madeira e nesta casa vão ser), as paredes vão ser todas muito claras e na cozinha, divisão central, os acabamentos serão em mármore, madeira em acabamento em wengé e um branco acinzentado a puxar o veio do mármore. 

Para projectos de design de interiores ou styling, contacta-me