Eliana Tomaz

A Casa Da Filipa | A Elegância Da Rebeldia.

A Casa DeEliana TomazComment

No outro dia, em tom de apresentação, escrevia no facebook que a casa da Filipa é uma casa de poucas palavras (...) está lá tudo e longe de ser somente o essencial. Quando dizia TUDO não me referia somente àquilo que se vê - referia-me acima de tudo ao que se sente e percebe nas entrelinhas. A casa da Filipa é o seu retrato: discretamente rebelde (que transmite serenidade), meiga (mas acutilante quando o momento assim o exige), uma eterna romântica (que adora filmes de terror), elegantemente calma (mas nos bastidores, desloca-se a uma velocidade vertiginosa) e {complexamente} simples - jamais simplista, seja na forma como pensa ou comunica.

A Filipa Penteado é formada em Design de Moda, mas decidiu revelar-se Produtora e jornalista. Escreve para ela e para revistas que acreditam que um texto é uma Obra d'Arte (e sem espaço para argumentos em contrário). É a miúda que nos apresenta Megan Kathleen McIsacc ou fala de Diane Arbus como se de uma amiga se tratasse. Ama Tim Walker e as suas hipérboles visuais e anda sempre na boa companhia dos clássicos: Audrey Hepburn, Brigitte Bardot e Serge Gainsbourg fazem parte integral desse "grupinho". 

A sua casa respira luminosidade, não só aquela que entra janelas adentro e que se espreguiça nas paredes pintadas de branco imaculado, mas também aquela que irradia cada pormenor. Ilustrações na parede com fita-cola de papel japonês, almofadas que têm algo a dizer, jardins imaginários estampados em vinil, mantas confortantes como a amizade que nutre pelos seus e ainda o ronronar de Mr. Romero, o gato mais estiloso da Graça que só te dá confiança quando perceber que és dos bons.

É uma casa pequenina, como a sua habitante, mas tudo na vida tem uma grande vantagem - "obriga-me a editar o que tenho e a manter apenas o essencial". Eu diria que guarda o simply the best.
Curiosa com a escolha, perguntei-lhe porque  decidiu aqui morar: "eu já conhecia esta casa e outra no mesmo prédio (são ambas de amigas) e sempre adorei as casas, a vista e a zona. Na altura, escolhi a casa por motivos práticos e logísticos, mas tendo em conta esta minha história, acho que no fundo foi a casa que me escolheu a mim. Dei muitas voltas, mas foi aqui que vim parar e faz todo o sentido. Neste momento, não me imagino noutro sítio. É perfeita para mim."

É perfeita para ti e uma inspiração para quem lê este post. Obrigado por nos abrires as tuas portas.

Nunca disse mas desta vez não me vou conter: se esta ilustração de Wasted Rita alguma vez desaparecer da tua parede, fui eu e a minha colecção de Absolut que delicadamente a levou.

Nunca disse mas desta vez não me vou conter: se esta ilustração de Wasted Rita alguma vez desaparecer da tua parede, fui eu e a minha colecção de Absolut que delicadamente a levou.

O sofá confortável, as mantas fofinhas e o sarcasmo elegante de Wasted Rita. Percebes agora quando digo que a casa da Filipa é o seu retrato? Que é rebelde, meiga, romântica e calma? 

O sofá confortável, as mantas fofinhas e o sarcasmo elegante de Wasted Rita. Percebes agora quando digo que a casa da Filipa é o seu retrato? Que é rebelde, meiga, romântica e calma? 

Sempre que misturo padrões é da Filipa que me lembro…ela fá-lo sempre muito bem (em casa como na roupa).

Sempre que misturo padrões é da Filipa que me lembro…ela fá-lo sempre muito bem (em casa como na roupa).

Fight Club (que tem um espaço muito especial no ideal desta miúda com grandes referências cinematográficas) e o Mr Romero, que a enche de orgulho mesmo quando dorme em cima duma pilha de roupa que supostamente não deveria ser adulterada com pêlos ruivos - os gatos e os seus donos têm destes paradoxos, e eu sei do que falo. 

Fight Club (que tem um espaço muito especial no ideal desta miúda com grandes referências cinematográficas) e o Mr Romero, que a enche de orgulho mesmo quando dorme em cima duma pilha de roupa que supostamente não deveria ser adulterada com pêlos ruivos - os gatos e os seus donos têm destes paradoxos, e eu sei do que falo. 

A porta que liga a sala ao quarto - se eu pudesse teria uma porta assim em casa.

A porta que liga a sala ao quarto - se eu pudesse teria uma porta assim em casa.

Para a Filipa, o ideal seria ter mais um quarto para arrumar a tralha. "Não que seja muita (...) idealmente, só queria lá ter a cama e um candeeiro. Assim, tem que estar cheio". Eu percebo-te Filipa, mas tenho a dizer que adoro este canto e a ideia de ainda estar na cama a olhar para estes vestidos lindos e pensar o que é que vou vislumbrar por Lisboa.

Para a Filipa, o ideal seria ter mais um quarto para arrumar a tralha. "Não que seja muita (...) idealmente, só queria lá ter a cama e um candeeiro. Assim, tem que estar cheio". Eu percebo-te Filipa, mas tenho a dizer que adoro este canto e a ideia de ainda estar na cama a olhar para estes vestidos lindos e pensar o que é que vou vislumbrar por Lisboa.

É a pin-up que nos indica a casa de banho - palavras para quê? Esta pequena janela dá para o quarto, que deve ser o quarto interior com mais luz que conheço até hoje (tem duas portas, uma das quais em vidro e esta janela).

É a pin-up que nos indica a casa de banho - palavras para quê? Esta pequena janela dá para o quarto, que deve ser o quarto interior com mais luz que conheço até hoje (tem duas portas, uma das quais em vidro e esta janela).

A entrada para a cozinha, cuja vista deslumbra sobre um jardim gracioso, como se de uma casa de campo se tratasse. 

A entrada para a cozinha, cuja vista deslumbra sobre um jardim gracioso, como se de uma casa de campo se tratasse. 

Pormenores que nos fazem e confortam. Há sempre um 5 o'clock tea time nesta casa, e com o melhor.

LISTA DE COMPRAS
Almofada e Poster Absolut de Wasted Rita 
Poster Audrey Hepburn
Autocolante da Pin-Up
Vinil Birds Dream de Benedita Feijó 
Poster Fight Club
Manta mais escura é um cachecol oversized de um open day da H&M que usa como manta
Manta mais clara IKEA 
Caixas de chá herdadas da mãe (link não disponível)